Estudo bíblico Bíblia online Estudo bíblico Procura-se Alvo Jovem Alvo Missionário Fatos e fotos Curiosidades Testemunhos Pedidos de oração Mensagens de fé Alvo Musical 24h No Alvo da Verdade No Alvo da Verdade Alvo

Clique para baixar

Deus o Pai

Existem três confissões expressas na fé dos Apóstolos.

A primeira confissão é que eles criam em Deus o Pai Todo-Poderoso, o Criador dos ceús e da terra (Gênesis 1:1); segundo, eles confessavam que Jesus Cristo o Filho de Deus havia dado a eles a remissão dos seus pecados; e a terceira confissão é que eles criam que Jesus Cristo foi concebido pelo Espírito Santo. Nós também devemos confessar que cremos em Deus o Pai, no Filho, e no Espírito Santo, porque devemos ter a mesma que os Apóstolos.

Para nós, o Pai é Deus, assim como o Filho e o Espírito Santo também são Deus. Da mesma forma a essência do Pai, do Filho e do Espírito Santo é uma só, e eles são todos o mesmo Deus, assim como nossa fé é a mesma fé. Por exemplo, porque o Pai é o Deus Todo-Poderoso, o Filho também é o Deus Todo-Poderoso. As três pessoas da Santa Trindade, em outras palavras, são na Sua essência o mesmo Deus. Nós então concordamos devidamente que as três pessoas, o Pai, o Filho e o Espírito Santo são fundamental e completamente um só. Sendo assim, para que possamos construir o fundamento de nossa fé na Palavra de Deus, nós precisamos estar firmados nessa Palavra verdadeira.

Evidências das Escrituras

1. Do Antigo Testamento

(1) Antes de mais nada, o Antigo Testamento claramente mostra que Deus é um só: “Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor” (Deuteronômio 6:4).

(2) Ao mesmo tempo, entretanto, o Antigo Testamento também nos diz sem sombra de erro que Deus existe em várias pessoas: “E disse Deus: façamos o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança… ” (Gênesis 1:26); “Eia, desçamos, e confundamos ali sua língua, para que não entenda um a língua do outro” (Gênesis 11:7). Por essas passagens podemos ver e acreditar que Deus não existe em uma pessoa somente mas em múltiplas pessoas.

2. Do Novo Testamento

O Pai, o Filho e o Espírito Santo são Deus para nós. Mas Deus existe em três pessoas independentes. Essa verdade é revelada em termos inequívocos também no Novo Testamento.

(1) Que o Pai, o Filho, e o Espírito Santo existem como pessoas distintas está claramente evidenciado pelos relatos do batismo de Jesus que marcou o início de Seu ministério: “E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os ceús, e viu o Espírito de Deus descendo como uma pomba e vindo sobre Ele. E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” (Mateus 3:16-17).

Esta passagem descreve o batismo de Jesus feito por João o Batista, quando o Deus Triuno é revelado. Dessa passagem ficamos sabendo que Jesus é o Filho de Deus, que o Espírito Santo trabalha junto com Ele, e que o Pai declara ser Ele “Seu Filho amadoem quem Elese compraz”. Através dessas manifestações o Deus Triuno é revelado. Jesus podia então cumprir toda a justiça de Deus porque Ele levou os pecados de toda a humanidade ao receber o batismo de João. Por esse motivo Ele teve que morrer na Cruz por nós, e está é a “justiça de Deus” que o Pai cumpriu através de Seu Filho. O fato de Jesus ter levado sobre si todos os nossos pecados através do Seu justo ato do batismo é a própria justiça de Deus, e essa verdade é confirmada tanto pelo Pai quanto pelo Espírito Santo. Portanto, o Pai, o Filho, e o Espírito Santo existem como pessoas distintas, mas são o mesmo Deus para nós.

(2) Mateus 28:19 também revela que o Pai, o Filho e o Espírito Santo são um Deus, como Jesus ordenou a Seus discípulos “… ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo” – isto é, no nome das três pessoas distintas da Trindade.

O Pai, o Filho, e o Espírito Santo são cada um uma pessoa independente, mas ao mesmo tempo eles são um só, sendo que eles são um só Deus. Sendo assim, quando nós cremos em Deus, cremos num ser constituído por três pessoas.

Deus o Pai, o Filho e o Espírito Santo, como confessados pela fé cristã, é o Deus que existe por Ele mesmo, diferente de todas as outras deidades. Algumas outras religiões acreditam que Jesus é somente um entre muitos profetas, mas isso simplesmente não é a verdade.

Para nós, Deus é o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Apesar dessa verdade ser total e suficientemente comprovada pelas Escrituras, há muitos que não entendem isso. Isso acontece porque aqueles que não conhecem o evangelho da água e do Espírito adotam o conceito da Santa Trindade pela sua razão e lógica humanas, o que torna impossível sua compreensão. Aqueles que não nasceram de novo não podem compreender o Deus Triuno. Para aqueles de nós que são nascidos de novo, Deus o Pai, o Filho, e o Espírito Santo são o nosso único Deus, em quem colocamos inteiramente nossa fé.