Estudo bíblico Bíblia online Estudo bíblico Procura-se Alvo Jovem Alvo Missionário Fatos e fotos Curiosidades Testemunhos Pedidos de oração Mensagens de fé Alvo Musical 24h No Alvo da Verdade No Alvo da Verdade Alvo

Clique para baixar

Por que Cristo Morreu no Lugar de Muitos?

Foi por Jesus ter sido batizado por João, que através disso Ele aceitou que todos os pecados do mundo fossem passados para Ele. Em Mateus 3:15, vemos Jesus levando sobre Si todos os pecados do mundo ao receber o batismo de João. A razão pela qual Jesus foi batizado por João foi que Ele tinha que levar sobre Seus ombros os pecados do mundo através do batismo. Porque também esse era o desejo do próprio Deus, como é declarado em Isaías 53:10: “Todavia, ao Senhor agradou o moê-lo… ” Contudo, o propósito de Deus ao enviar Cristo a essa terra foi “moê-lo” por Ele suportar nossos pecados e a morte.

Entendendo bem esse amor, o Apóstolo João disse: “Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, masem que Elenos amou a nós, e enviou seu Filho pela propiciação pelos nossos pecados” (1 João 4:10). Ao obedecer a vontade de Deus, Cristo dessa maneira abandonou imediatamente o caminho confortável, que Ele era mais do que capaz de seguir com sua majestade e poder, e não hesitou em evitar a compaixão dos Seus discípulos e a grande recepção de boas vindas do povo. Colocando de uma maneira diferente, pelo fato de haver um jeito dEle levar todos os pecados do mundo ao ser batizado, Ele morreu por nós, que, como Isaías 53:6 nos diz: “andamos desgarrados como ovelhas,” e também nos concedeu “um novo e vivo caminho” (Hebreus 10:20). Jesus, em outras palavras, teve que aceitar ser batizado por João para satisfazer a justiça de Deus, independentemente se as pessoas reconheceriam isso ou não, porque esse era o próprio desejo do Pai. Por esse motivo Ele enfrentou a terrível e amaldiçoada morte na Cruz.

Porque Seus sofrimentos foram da vontade de Deus, Ele permaneceu em completo silêncio mesmo tendo sofrido muito. Como Isaías 53:7 atesta: “Ele foi oprimido, mas não abriu a sua boca: como um cordeiro foi levado ao matadouro, e, como a ovelha muda perante seus tosquiadores, ele não abriu a sua boca.” Assim, mesmo tendo sido Ele falsamente acusado, espancado duramente, cuspido e arrancado sua barba, por aceitar que os pecados da humanidade fossem passados a Ele através do batismo de João, Ele permaneceu em silêncio.

E não apenas isso, mas muito mais, porque foi a vontade do Pai que Ele fosse batizado e também morresse, Ele morreu em favor daqueles que crêem. Somente após ter sido batizado por João com 30 anos de idade e dessa forma levado sobre Si os pecados do mundo, nosso Senhor foi crucificado e derramou o Seu sangue com 33 anos de idade. Ele então ressurgiu dos mortos, e se tornou o eterno Salvador daqueles que crêem nessa verdade.